Posts

Showing posts from November, 2014

mais além das personae

Image
dois livros que consegui não faz muito tempo e os dois representam aparentemente tudo o que menos me agrada um é de haikais (mas não), 29 de marcos messerschmidt o outro é de sonetos (mas não), quarenta e uns sonetos catados de alex simões
mas para a minha grata satisfação esses poetas e seus livros não cumprem o que prometem ou melhor cumprem o essencial: além ou aquém de um circunstancial reconhecimento – que felizmente parece não lhes interessar – de um como persona-haijin e de outro como persona-sonetista o que vale mesmo é que são bons poetas e experimentando as valências expressivas dessas formas da tradição e na medida do possível acrescentando algo de singular a elas
quarenta e uns sonetos catados de alex simões: desde o seu surgimento até agora as tramas métricas e rímicas do soneto continuam quase as mesmas o que muda e mudará sempre é o tom e a sintaxe alex simões com esse seu conjunto de contrassonetos
não perde de vista as conflitantes perspectivas de valor por meio das quais debatemos  …

o calafate cristiano moreira, poeta

Image
o calafate o que faz veda os vãos as fissuras entre as tábuas das naus à força de estopa e algodão com alcatrão
o calafate míope metáfora do poeta háptico que palpa num afazer de afasias seus breves e compactos instrumentos seu bateau ivre à deriva a tarefa arquetípica de emprestar sentido ao nomeado
mas a mareada náusea o impreciso feito preciso “os rostos no lodo da margem” borram por sua vez o desenho do poeta cala- fate fátuo ficto (a música do cais fungível e indeterminada o silêncio mais essa palha espessa) o marulho da memória o mar-rio grande bulindo com as duas cidades coxas de mulher oleosa
baita livro-trapiche de poemas (em contraponto com fotogramas de prosa) do cristiano moreira lido agora depois de 5 anos
quieto entre outros volumes

fignans [completo]

Image

el hacedônio

Image