Posts

ÉPITAPHE

Image
VILLON, François n. 1431 


EPITÁFIO
aqui neste lugar jaz e dorme
alguém que Amor fulminou com flecha,
um escolar pequeno e pobre.
nome: françois villon. vilão, a pecha.
não teve nunca escritura de terra.
doou tudo, o vulgo comenta à larga:
cestos, pães, estrados, mesas.
comparsas, dizei esta versalhada: 
Rondeau

Repouso eterno seja dado a este,
Senhor, e claridade desmedida,
pois em vida bolso sempre raso teve
e no seu prato coisas mal cosidas.
rente cortaram-lhe a barba nascente,
como a um nabo que se rapa a película.
repouso eterno seja dado a este. Rigor o forçou ao exílio, como se peste,
e esfolou-lhe a bunda de pelica,
não obstante haver dito ele, à risca:
“eu apelo!”, termo de fácil exegese.
repouso eterno seja dado a este.
ÉPITAPHE
Ci gist et dort en ce sollier,
Qu’amours occist de son raillon,
Ung povre petit escollier,
Qui fut nommé françois villon.
Oncques de terre n’ot sillon.
Il donna tout, chascun le scet:
Tables, tresteaulx, pain, corbeillon.
Gallans, dictes en ce verset:
Rondó

R…

rubedo & rebojo

Image
praza aexuquerevémescuroígneo

jônicoenxurrodeexcogitares

debuxadosemrubedorebojo

simplício

Image
movimento é princípio de physis. os céus estão sujeitos à geração e à corrupção. para cada um dos possíveis movimentos simples a conversiva, mover-se segundo uma premissa que não é tolerada.
o fogo a terra onde se acoita o éter indefensável. os três movimentos simples entalam o vale. a estrada e as pedras de sal a salmoura nos pés esfolados de simplício simplício e a circunferência.
os corpos os corpos os corpos os corpos os corpos no capítulo dois do livro um. o que pode ser completado é não perfeito

wwkkk

Image
de um lado nós negros
e (vá lá) alguns brancos 
mandando o wwkkk tomarnocu


e, de outro, 
jornalistas brancos de esquerda 
denunciando o linchamento
de que é vítima 
esse um seu igual de merda 
que buzinou o racismo 


dele e de muitos 
em falsa surdina.

subir ao mural

Image
à luz fria da última hora da tarde os talheres à mesa ou na cozinha   raspam a louça branca cujas peças batem a toada inconclusa no balcão de ordinário mármore


*
acesse o link 
https://editoracaseira.com/subiraomural/

a bordo

Image
não queda um segundo sem que não soe um alarme cada equipamento dispara dois três tipos de em representação ao desempenho dos infantes

o esforço de vida o prazer o cansaço mirados em linhas e cifras numéricas verdes azuis amarelas brancas abstrações eletrônicas de choros resmungos vagidos em ciranda e às vezes o vermelho piscante em ritmo ternário o interrupto sono a bordo de noites gigantes girando

para ir ao café e bebê-lo a escada de incêndio de sorte a evitar os demorados e vastos elevadores uma ligeira interpolação de terror enquanto subo ou desço pelas escadas sem esbarrar com ninguém

alguém virá

Image