um dos poemas d'o amigo

levantou o vento telhado de zinco
(não era o mesmo céu visto da rua)
nossa gente foi para a calçada

levou o vento a telha dos meninos
(não era céu para vontades viúvas)
nossa gente a trote de manada

Comments

Popular posts from this blog

não verbal, poemas

Traducido al español/castellano

brossa: a porta aberta