luis serguilha em porto alegre


Já há alguns anos — não muitos — o poeta português Luís Serguilha vem tentando, numa espécie de périplo, se situar tanto poética como criticamente no embate às vezes encarniçado da poesia contemporânea brasileira. Durante este período relativamente exíguo, atravessando como forasteiro interessado as quizilas e fronteiras estaduais do país, Serguilha já escreveu textos de teor literário e de intervenção cultural para livros, sites e revistas especializadas, e, do mesmo modo, participou de encontros e debates em Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná e São Paulo junto dos seus companheiros de geração do lado cá do Atlântico. De outra parte, aspectos da sua obra propriamente criativa começam a ser objeto de análises de alguns poetas-críticos e acadêmicos brasileiros. Seu ponto de partida na tensão de traçar algumas linhas de força dessa série poética é, de um lado, eclético, e, de outro, interessado em demarcar eventos de linguagem que apontem para uma intrínseca transgressão seja de forma, seja de cosmogonia. Não se pode perder de vista que esses elementos se encontram também na base da própria poética de Luís Serguilha, cuja apetência pelas perspectivas da hibridação, por visões de mundo libertadoras e experimentos escriturais localizados para além do normativo, o incitam, ao fim e ao cabo, a se apresentar como um interlocutor voraz em peregrinação quase messiânica em busca dessas “batidas” singulares.

Comments

Alexandre Brito said…
pois pois... o serguilha é um mancebo esperto com certeza. ponto sem nó, prego sem estopa, livro sem orelha é com ele mesmo. dá um godot na pseudo-inteliguência brasileira e ainda serve sem dó todo prosa a sua gordurosa feijoada apocalíptica à portuguesa.
jefhcardoso said…
Ronald, ainda não conheço o Serguilha, valeu a dica do seu post, é bom conhecer novos escritores.
Aproveito a sorte de estar aqui em seu blog e lhe convido para opinar em meu trabalho que já dura quase três meses (O Diário de Bronson).

Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com
aquele embate entre vocês dois há dois meses no centro de porto alegre foi muito bom. era engraçado um debate tão apaixonado naquele auditório estranho e antiquado.

Popular Posts