salut





corajoso apenas o bebum solitário
não basta ter colhão para
bebendo em grupo sindicalizado
proferir asneiras na esperança intimorata
de que no momento
seguinte nossas necedades rebrilhem
à maneira de árduos achados

sem ninguém com quem dividir o próprio ridículo:
esse o bebum de verdade
nem mesmo os heróis homéreos (remeiros subalternos
quando postos em relação com o solerte e laércio odisseu)
libando além do dionisiacamente tolerável
nem mesmo tal progênie sabia beber

em equipe bebuns se ombreiam
até o ponto em que um
graças ao virtuosismo
se destaca do restante
espécie de mártir que absolve
os que ficaram mais atrás

bebum de verdade bebe sozinho
se é para beber em grupo
que se beba junto com o vinho 
ou a cerveja escura, que se beba junto
o riso de si mesmo de pacto com o vizinho
beber em grupo e dar-se em espetáculo (misto
de imolação e amolação)
é mais de envergonhado do que de sem vergonha

bebum de respeito bebe consigo mesmo
não obriga o cristão
a suportar misericordioso
sua cólica narcísica

o bebum sabe que não é poeta
bebuns supõem-se grandes poetas



01:19, 02 de fevereiro de 2012

Comments

Cândido said…
só se umedece a palavra. muito bom, pcb!
Cândido said…
só se umedece a palavra. blz, pcb!
Por isso é que quando bebo, faço de conta que não sei nada sobre poesia, eh eh. Agora, como disse Breton, "a poesia só se desenvolve em meio isolado". Esse solitário que se diz nãopoeta, é provavelmente de quem se vai tirar alguma coisa proveitosa.

Popular Posts