decassílabos, não faz muito




decassílabos


não há consolo, canção de negaça
timbre vazio onde agora rebrilha
um reiterado tranco de fusível
em casa antiga sem luz ou manilha


mesmo que o cristão politone hosanas
graças ternas por toda redenção
para onde suas pernas querem ir,
não vai nisso ciência nem razão


ociosos passos dir-se-ia dança
não fosse errar coisa que muito o abala
esse dançarino ao modo de prosa
é peregrino que cansaço exala


que salva o terço e não a terza rima
que, genuflexo, estanca ensimesmado
que é do hábito bastardo exemplar
que é de rezar e não pensar no caso




[13 de janeiro de 2016]

Comments

Popular Posts