Wu t’i

duro assistir a movimentos que não os dela
imaginá-los nem pensar
uma flor que cai no ombro do vento
a larva da seda desentranha-se fio a fio
fria artefinalização
drapeja o lume em gotas ascendentes
coração encarvoado
fluido no olho do espelho o error
nuvem borrando o tempo
noite de palavras secretadas
a lua rola ao seu degelo
parece distante o Morro do Engenho Velho
no céu uma ave aparece medito
digo-me:
ainda não mandei notícias


maio, 1991

Comments

Popular Posts